terça-feira, 4 de janeiro de 2011


- I've been missing you, it's true.


- Cruel, doloroso...
As duas palavras pareceram o suficiente. Um silêncio asfixiante reinou por poucos segundos até que o suspiro da garota emergiu para corta-lo. Amparado em seu joelho, o rapaz não tirou seus olhos do chão. A angústia que sentiu era um fardo árduo, e já não tinha força para suportá-lo. Incontáveis desculpas apareceram e desparaceram em sua cabeça, mas nenhuma delas pareceu boa o suficiente para explicar as lágrimas que já escorriam por seu rosto sem meios de evitá-las, foi como mergulhar em um pesadelo. Era como se a garota sentada ao seu lado
lhe tivesse golpeado até tirar toda a alegria de seu mundo. Tudo ficou cinza, desolado. A aflição que sentia ganhava força enquanto o choro insistia em cair até as folhas de espruce espalhadas pelos caminhos desenhados no parque. No dia em que se apaixonou, se tornou um refém da garota, encarcerado em suas afeições. Ela seria a causa, a razão, e a origem de sua existência. Arquitetou momentos, ocasiões, casamento, filhos, netos, bisnetos, até a noticia de que tudo estava acabado. No final da tarde, se jogou da janela de seu apartamento, oitavo andar. Um desfecho a altura de uma fábula singular.

O verdadeiro amor não precisa de dinheiro, domínios, tampouco sujeição. Todos esses fatores são obscurecidos quando se trata do que efetivamente um indivíduo sente. Amar talvez seja apenas uma vontade insaciável, uma necessidade. Talvez seja colocar nas mãos daquela pessoa todas as esperanças de encontrar o melhor caminho para o paraíso, que nada mais é do que o lugar onde voce possa ser feliz com a única pessoa que pode de fato te proporcionar a felicidade. Talvez o caminho pra se chegar ao objetivo seja espinhoso, insano, mas nada que te impeça de levantar vôo, ou de descomunalmente enfrentar os problemas, com uma força que não é unicamente sua, e sim de ambos os lados, pois o amor, bem, o amor não tem limites.


When life leaves us blind
Love keeps us kind


Linkin Park

5 comentários:

Laah Liima disse...

Parabens pelo blog, gostei do visual, e pricipalmente dos textos *-*

Renan Neves disse...

Texto muito bom, parabens.

Anônimo disse...

mto bom! adorei o texto e o layout!

Danni Cristina ' disse...

Gostei da história, intriga, mas nem sempre isso corta a tensão em que o modo da escrita impões quem lê, tensão pode ser boa, ou pode ser ruim. Isso faz com que poucos desistam de ler, ou os motivam

http://omeumundoproibido.blogspot.com/
participe da enquete =D

Rubi disse...

Na primeira vez que passei aqui não tinha reparado no layout .)

Seu blog é ótimo em todos os sentidos;